blank

A justiça de Ribeirão Pires decretou nesta quinta-feira (23), a prisão preventiva de sete suspeitos de envolvimento do desvio de hipoclorito de sódio usado nas estações de tratamento de água da Sabesp em todo os estado.

Três dos sete envolvidos já estavam presos desde a última semana, quando a polícia civil cumpriu mandados de busca e apreensão em diversos locais. Outros quatro são procurados pela polícia e encontram-se foragidos, entre eles, a empresária de Ribeirão Pires Mara Regina Luciano. Ela é proprietária da empresa Tesla Transportes e Logística, localizada na região do Centro alto da cidade.

Continua Após a Publicidade

A empresa de Mara era a responsável pelo transporte de cloro para 120 estações de tratamento da Sabesp. De acordo com a polícia, e empresária fugiu depois que o esquema fraudulento foi descoberto pelos investigadores.