Apenas na última quarta-feria (16), houve cinco boletins de ocorrência registrando estelionatos na cidade de Ribeirão Pires.

Continua Após a Publicidade

Em um dos casos, uma mulher conversou por telefone com um suposto funcionário de banco, no qual confirmou diversos dados da vítima que em seguida, recebeu um SMS notificando uma compra que ela desconhece a origem de R$2.000,00 no seu cartão.

No segundo crime, um homem de 50 anos que alega ser cliente de um banco há aproximadamente 20 anos, teve seu cartão clonado, uma vez que não reconheceu algumas compras que somaram cerca de R$270,00 em sua fatura.

Já na terceira infração, uma mulher se apresentou para um sujeito de 61 anos como funcionária de um banco no centro, e em seguida ofereceu ajuda. No entanto, após a vítima inserir o cartão no auto-atendimento e posteriormente conferir seu extrato ao chegar em casa, percebeu que havia levado um golpe de R$2.500,00.

Ainda na quarta-feira (16), foi feito um B.O denunciando uma plano de telefone no nome de um indivíduo de 63 anos, sem que haja reconhecimento dele. A vítima que mora em Ribeirão Pires, afirmou que descobriu o golpe, quando tentou fazer um crediário em Mauá e foi alertada que havia pendência em seu nome.

Por fim, um homem de 61 anos, alegou ter atendido uma ligação de uma suposta funcionária do banco, em que a vítima abriu uma conta há cerca de 15 dias. A criminosa, extraiu informações do homem, que mais adiante recebeu uma notificação sobre o bloqueio de sua conta. Comparecendo na agência, a vítima descobriu que foram subtraídos R$2.000,00 de seu saldo.

No mês passado, o DiárioRP já fez uma matéria denunciando os excessivos casos de estelionato na cidade.