Unidade de Saúde da Família do Jd. Luso, será impactada com a não renovação dos contratos. (Foto: Divulgação)

Médicos do SUS, integrantes do ‘Programa Mais Médicos’, solicitaram a participação popular na Consulta Pública para continuação do programa em Ribeirão Pires e região.

De acordo com a Decisão do Ministério da Saúde, o Programa somente terá continuidade em municípios com maior necessidade social e em condições de extrema pobreza.

O índice para medição dessas categorias é chamado de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), e Ribeirão Pires segundo o IBGE, é uma cidade considerada ‘rica’, podendo arcar com os custos operacionais dos médicos alocados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de acordo com o Ministério da Saúde.

Continua Após a Publicidade

Lembrando que essa decisão é a nível Federal, ou seja, todos os Estados do Brasil sofreram o realinhamento do atendimento dos médicos formados no Exterior, mediante o programa, conforme o IDH dos Municípios.

Doutora Raquel Augusta, médica da UBS no Jardim Luso, foi uma das representantes da categoria na última sessão da Câmara Municipal, onde os profissionais solicitaram a atenção para a problemática da não renovação dos contratos de 10 médicos do Município em 2020.

“Somos do programa mais médicos e não queremos que ele acabe, porém, o atual ministro da Saúde está mudando o nome do programa para ‘Médicos do Brasil’, onde somente médicos formados no Brasil poderão entrar. Estamos pedindo que a população nos ajude com o apoio na assinatura da consulta pública.” afirmou a Dra. Raquel nas redes sociais.

Os profissionais do Programa Mais Médicos foram recebidos nas Unidades Básicas de Saúde de Ribeirão Pires em 2017, e alocados em unidades distintas, como por exemplo: Jardim Luso, Jardim Guanabara, Santa Luzia, Ouro Fino, Jardim Caçula, entre outros.

Clique Aqui para assinar a Consulta Pública do Senado Federal.