Segundo pesquisas realizadas pelo Serasa Consumidor, o Brasil tem mais de 25 milhões de dados violados. O país está em quinto lugar no hanking de vazamentos de informações.

A cada 17 segundos, um brasileiro se torna vítima de tentativa de fraude e de roubo de identidade, quando dados pessoais da vítima é utilizado a fim de obter crédito ou realizar compras por meio de falsidade ideológica.

Recentemente, estelionatários agem não só nas adjacências de agências bancárias, mas também por telefone e principalmente pela internet, uma vez que o crescimento das pessoas com acesso as redes é cada vez mais concreto em nosso país. Um exemplo, são os casos que recentemente amedrontaram a cidade de Ribeirão Pires.

Continua Após a Publicidade

No entanto, existem alguns cuidados que podem evitar tais ações dos bandidos na internet, uma vez que os criminosos contam por diversas vezes das mesmas práticas, para realizar as infrações.

  • Evitar acessar suas contas pessoais em computadores de uso comunitário, como por exemplo “lan houses” e máquinas que são usadas por um alto número de pessoas desconhecidas.
  • Desistir de colocar datas de aniversário como senha, além de não usar números sequenciais por exemplo: “123456”.
  • Sempre que acessar um site, verificar se existe um ícone de cadeado, que aparece na barra de endereço do navegador, quando o site é confiável.
  • É importante também, se atentar aos sites de compras e aplicativos desconhecidos, verificando sempre a procedência, especialmente com outras pessoas que já utilizaram tal serviço.
  • Um dos principais atrativos dos criminosos, são os preços a baixo do comum, é crucial se atentar nessas situações, não só entrando na loja para conferir o valor, mas também não passando nenhum dado sem a certeza da autenticidade da compra.