Na quinta-feira (19), foi aprovado na Câmara Municipal de Ribeirão Pires pelos vereadores, um plano que tem como intenção dar concessão administrativa dos pontos turísticos do município por dez anos.

\"CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE\"

Segundo o projeto, uma vez que a Prefeitura não tem condições para cuidar dos pontos, não só é viável, mas também trará melhorias para a cidade, população e turistas, a administração desses bens por parte de uma entidade privada.

No entanto, segundo o vereador Humberto D’orto “Amigão”, a proposta está errada, dado que não especifica tais pontos turísticos, e portanto a cidade corre riscos, caso aprovado o plano.