A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio de nota, esclareceu as polêmicas envolvendo o possível cancelamento da 13ª edição do Festival do Chocolate. Conforme veiculado por alguns veículos de imprensa, a pedido do Ministério Público, o Juiz Walter de Oliveira Junior decidiu na última sexta-feira (19) determinar a suspensão da festa devido a não aprovação do projeto técnico pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, não tendo sido emitido Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros – AVCB.

A Prefeitura, por sua vez, por meio de uma nota oficial, esclareceu que o “13º Festival do Chocolate cumpre todos os requisitos de segurança e aguarda a licença do Corpo de Bombeiros” e que também é uma festa “100% segura”. Ainda segundo a Prefeitura, o problema surgiu devido ao AVCB do evento estar condicionado ao espaço onde é sediado, ou seja, a falta da documentação necessária do Complexo Ayrton Senna causou o empecilho. Ainda de acordo com a Prefeitura, um documento que atestava o Auto de Vistoria do Complexo Ayrton Senna foi entregue ao Corpo de Bombeiros para análise e deverá ser entregue nos próximos dias, garantindo, assim, a realização dos próximos dias do Festival.

continua após a publicidade

A Prefeitura frisou que o 13º Festival do Chocolate “é uma festa 100% segura para todas as pessoas que comparecem no evento”. Confira a nota da Prefeitura na íntegra:

“A Prefeitura de Ribeirão Pires esclarece, sobre o AVCB do 13º Festival do Chocolate, que a organização do evento cumpriu todos os requisitos e normas de segurança para a realização da festa, a exemplo das medidas adotadas em 2017 e 2018 que garantiram o documento ao Festival. A Prefeitura já entregou para a avaliação do Corpo de Bombeiros a documentação solicitada para a emissão da licença.”