A votação do projeto de lei, de autoria do vereador Danilo da Casa da Sopa (PSB), que prevê “ficha limpa” para funcionários comissionados da Prefeitura foi adiada novamente pela Câmara de Vereadores em sessão ordinária realizada na última quinta-feira (30).

É a segunda vez que a votação é adiada, mas dessa vez sem justificativa. Na primeira vez, no dia 2 de maio, os vereadores acataram o adiamento por quatro sessões proposto pelo vereador e atual líder de Governo, Amaury Dias (PV), que justificou “como necessário para que o projeto seja adequado e que outros vereadores possam dar sugestões”. Na ocasião, Danilo se mostrou indignado e disse que “adiar por quarto sessões era muita coisa” e que, segundo ele, “pedir quatro sessões de adiamento é porque deve ter algum B.O (sic)”. À época, Danilo chegou a ser contra o adiamento, mas só foi acompanhado pelos vereadores Amigão (PTC) e Rubens Fernandes, o Rubão (PSD).

O projeto deve voltar a pauta da Casa de Leis daqui duas semanas.