Publicado no Diário Oficial do Estado, o governo estadual, por meio da Secretaria da Saúde, cancelou convênio no valor de R$ 3 milhões, firmado em julho do ano passado, destinado para retomada das obras de instalação do Complexo Hospitalar Ribeirão Pires. As obras foram paralisadas em 2013 por falta de verba. A decisão foi assinada pelo secretário da Pasta, José Henrique Germann Ferreira.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo a resolução, o cancelamento do convênio se dá pela “ausência de prévia reserva de recursos orçamentários e financeiros”, além da necessidade racionalizar e otimizar recursos disponíveis. Ao todo, com a medida, 229 convênios entre municípios e o governo estadual foram cancelados.

O recurso junto ao governo do Estado é pleiteado pela Prefeitura desde o início de 2017. A cidade solicitou, em três módulos, repasse de R$ 7,4 milhões estimados para a conclusão das obras. Os R$ 3 milhões cancelados são referentes ao módulo 1.

Procurada pela equipe do DiárioRP, a Prefeitura de Ribeirão Pires informou que “solicitará audiência junto à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo para apresentar toda a documentação que garantiu ao município os R$ 3 milhões para a retomada das obras do Complexo Hospitalar” e que, assim como ocorreu com o projeto do Parque Linear, “o convênio com o Estado para os repasses de verba ao novo hospital estava assinado”.