Índice de lesão corporal dolosa aumenta em Ribeirão Pires

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP), o crime de lesão corporal dolosa (quando se tem a intenção de causar danos físicos a outra pessoa), apresentou alta no município de Ribeirão Pires, em comparação ao ano de 2020.

A Estância aparece por último na lista. Porém, com 13 casos a mais do que no ano anterior, que registrou no total 29 ocorrências.

No mês de março deste ano, as sete cidades apresentaram alta de 11,79%. De acordo com os dados, foram registrados 379 boletins de ocorrência do crime, 40 a mais do que no mesmo período do ano passado.

As demais cidades do ABC como S.Bernardo, apresentou alta de 29,11% no número de ocorrências em comparação ao ano passado, e tendo o maior número de registros, com 102 casos. Em seguida aparece Mauá, com alta de 31% nos registros. A cidade passou de 57 para 102 casos. O município de Diadema registrou 15 casos a mais, tendo no total, 73 ocorrências.