Ribeirão Pires alcançou na última terça-feira, dia 23, a marca de 3.050 recuperados da Covid-19. A cidade conta com um Hospital de Campanha referência no enfrentamento ao vírus, bem como com um laboratório de atendimento Pós-Covid, para acompanhamento dos pacientes.

A cidade tem um dos menores índices de mortalidade do Grande ABC. Juntas, as sete cidades da região somaram (até o momento) 4.623 óbitos. Desses, 151 são de Ribeirão Pires, o que corresponde a 3,26%, segunda menor média, à frente apenas de Rio Grande da Serra.

“Devido aos esforços de nossa equipe, médicos e paramédicos, Ribeirão Pires apresenta um dos melhores resultados do Estado de São Paulo no tratamento da Covid-19”, comentou o secretário de Saúde, Audrei Rocha, complementando: “Tenho muito orgulho desse time”.

De setembro de 2020 a fevereiro de 2021, 143 pessoas diagnosticadas e recuperadas do vírus já foram atendidas, sendo que 113 ainda fazem o acompanhamento, como é o caso de Maria Cláudia, assistida pelo equipamento desde novembro do ano passado. “É muito importante essa assistência dada pela Prefeitura. Aqui no Laboratório recebemos o suporte necessário e somos atendidos de forma humanizada”, disse, antes de completar: “O fato de não irmos para outra cidade também facilita muito a vida do cidadão”.

“O tempo de recuperação e acompanhamento dos pacientes é individual, isto é, depende de cada pessoa, analisando o quadro clínico. Em média, o paciente é assistido de três a seis meses”, finaliza Nancy Garrido, coordenadora do Serviço de Atenção Especializada de Ribeirão Pires.