blank

O Governador do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB), anunciou em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (5), que comércios do ramo alimentício poderão abrir até às 22h. O governo atende um pedido do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC (SEHAL).

Para poder reabrir, no entanto, a cidade onde o comércio está localizado deverá estar na fase amarela do plano São Paulo, por pelo menos duas semanas, o que enquadra toda a região do Grande ABC, incluindo Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Além disso, os estabelecimentos só poderão funcionar com no máximo 40% de ocupação dos espaços sentados e, é proibido o consumo em pé.

No entanto, os comerciantes não poderão funcionar por mais de seis horas diárias, mas poderão abrir mais tarde para atender o ramo que funciona melhor no período noturno.

Veja as principais regras para bares e restaurantes:

  • Ocupação máxima de 40% da capacidade do estabelecimento
  • Distância de 2 metros entre as mesas e de 1,5 metro entre as pessoas
  • Proibição de consumo nas calçadas
  • Máximo de 6 pessoas por mesa
  • Atendimento apenas para clientes sentados
  • Uso obrigatório de máscaras por clientes e funcionários no estabelecimento. (Apenas quando estiver sentado em sua mesa, o cliente poderá deixar de utilizar a máscara)
  • Proibir aglomerações
  • Disponibilizar álcool gel para higienização das mãos
  • Barreiras de acrílico devem ser instaladas nos caixas e balcões de alimentos.
  • Temperos e condimentos devem ser fornecidos em sachês
  • Cardápios deverão ser disponibilizados digitalmente ou em quadros na parede