O morador de Ribeirão Pires Irland Madeira Junior (54), descobriu na última quarta-feira (17) que uma pinça cirúrgica estava dentro de seu abdômen depois de realizar um procedimento cirúrgico no Hospital Radamés Nardini, em Mauá.

De acordo com familiares, o procedimento foi realizado para a realização de uma biópsia por suspeita de um tumor. No entanto, depois do procedimento, o paciente ainda teria sentido dores, mas por conta da pandemia, e a falta de leitos no hospital, foi encaminhado para passar a recuperação em casa.

Nesta semana, foi até outra unidade médica para realizar uma tomografia e descobriu que uma pinça médica está dentro de seu corpo desde o primeiro procedimento. No entanto, o resultado da tomografia não saiu até hoje.

Continua Após a Publicidade

Procurado por nossa equipe, o Hospital não se manifestou sobre o ocorrido. Já a Prefeitura de Mauá afirmou ter “profunda indignação” com o caso, e que vai acionar o Conselho Regional de Medicina e a Fundação ABC, que é a responsável pela gerência do Hospital.

Em nota, a Fundação ABC informou que soube do incidente através das redes sociais, e que entrou em contato com a família do paciente.

Veja a nota completa da Prefeitura de Mauá:

“A Prefeitura de Mauá recebeu com espanto e indignação a notícia. Iremos, por meio da Secretaria de Saúde, exigir a imediata solução do caso, assim como notificaremos a FUABC (Fundação ABC), responsável pela gestão e contratação da equipe médica, e o Hospital Nardini para apuração rigorosa dos fatos. Será aberto processo interno de investigação e o Conselho Regional de Medicina será acionado. Nos solidarizamos à família, já há contato realizado para a solução imediata do problema e manifestamos, mais uma vez, nossa profunda indignação.”

Veja a nota completa da Fundação ABC:

Em resposta aos questionamentos do Diário de Ribeirão Pires e Mauá Agora, o Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini informa que tomou conhecimento do caso citado pela reportagem através das redes sociais e que não recebeu nenhuma queixa do paciente I.M.J. ou de seus familiares em relação ao atendimento prestado na unidade.

A partir das postagens nas redes sociais, o Hospital Nardini, imediatamente, entrou em contato com a família do paciente e solicitou que o levasse até a unidade de saúde para explicar o ocorrido e para passar em avaliação médica. A família informou que não poderia levar o paciente ao hospital no dia 27/05/2020 e que o faria hoje, 28/05/2020. Contudo, até o momento isso não ocorreu.

O Hospital Nardini segue à disposição do paciente e de seus familiares para reavaliar o caso e confirmar a veracidade das informações que circulam nas redes sociais.”