blank

As sete cidades vão adquirir, por meio do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, um milhão de kits para testes do novo coronavírus. O material será dividido, segundo a entidade, conforme o número de habitantes de cada município.

A decisão foi tomada durante assembleia extraordinária realizada na manhã desta segunda-feira (30). A medida foi anunciada pelo presidente do Consórcio e prefeito de Rio Grande da Serra Gabriel Maranhão (Cidadania), e o vice-presidente e prefeito de Diadema Lauro Michels (PV). “O objetivo do Consórcio ABC com essa iniciativa é trazer segurança e tranquilidade para a nossa população”, afirmou Maranhão.

Continua Após a Publicidade

Por videoconferência, acompanharam a reunião os prefeitos de Santo André, Paulo Serra (PSDB), de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PSDB), de Mauá, Atila Jacomissi (PSB), de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (PSDB), e o procurador-geral de São Bernardo do Campo, Luiz Mario Pereira de Souza Gomes, representando o prefeito Orlando Morando (PSDB), além do secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão.

O investimento estimado de R$ 4,8 milhões (R$ 0,80 por kit), destinados das Prefeituras das sete cidades. O objetivo é concretizar a compra até o fim desta semana, e, com isso, a expectativa é que até a segunda quinzena de abril os kits estejam à disposição dos municípios.