O Tomógrafo que fica no Hospital e Maternidade São Lucas está quebrado. A informação foi confirmada por funcionários do hospital e por uma telefonista quando um membro da equipe do DiárioRP ligou tentando agendar um exame.

De acordo com pessoas ouvidas por nossa equipe, o motivo poderia ser por conta das quedas de energia elétrica que têm ocorrido na cidade nos últimos dias, mas o real motivo ainda não foi confirmado.

O equipamento foi comprado ainda na gestão do então prefeito Saulo Benevides, e ficou pelo menos dois anos encaixotado. Foi somente em 2015 que o tomógrafo foi inaugurado na Unidade de Pronto Atendimento da Cidade (UPA), mas não estava com o funcionamento correto. Após a mudança na administração municipal, foi trocado para o Hospital São Lucas, onde permanece até hoje.

Continua Após a Publicidade

Procurada por nossa equipe, a Enel, responsável pela distribuição de energia elétrica, informou que por conta de um temporal ocorrido em 5 de novembro, algumas interrupções foram realizadas na cidade e, que no dia 13 deste mês, houve interrupção elétrica na região do Hospital São Lucas por conta de galhos de arvore que caíram na rede elétrica. No entanto não respondeu sobre quedas de energia que vêm ocorrendo rotineiramente, inclusive nesta semana.

Em relação a possibilidade de o tomógrafo ter sido queimado por conta das quedas de energia, a concessionária se limitou a dizer que clientes que tiverem equipamentos queimados, podem solicitar o pagamento de indenização diretamente com a empresa no prazo de 90 dias após o incidente.

Já a Prefeitura de Ribeirão Pires, não teve expediênte nesta quarta-feira, portanto não atendeu nossos contatos.

Atualização: 20h15 – Após a publicação da matéria, representantes da prefeitura procuraram o DiárioRP e informaram que já foi realizada a manutenção e o equipamento já estaria em funcionamento.