Yuri, 3 anos, ganhou de presente de ‘Dia das Crianças’ o diagnóstico de cura do câncer (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Neste sábado 12, o pequeno Yuri Gabriel de Oliveira Rosa de 3 anos, celebra não apenas o dia das crianças, mas uma nova etapa em sua história.

Continua Após a Publicidade

Morador do interior do Estado de São Paulo, o menino passou por 22 sessões de quimioterapia, para tratar um câncer raro nos testículos.

O câncer foi diagnosticado 20 dias após a mãe notar um nódulo nos testículos da criança, no momento em que dava banho nele.

Após 10 meses de tratamento, chegou a boa notícia de que Yuri está curado e ele comemora:

“Mamãe, meu maior presente é poder lavar o meu cabelinho com shampoo outra vez e brincar com o Adrian [irmão] de bicicleta”, relatou a mãe Jéssica Oliveira de 24 anos.

Sobre o Câncer nos Testículos

Durante os meses de Outubro e Novembro, uma iniciativa global de conscientização toma conta das comunidades. O objetivo é alertar quanto à necessidade do autoexame para o diagnóstico precoce do câncer de mama e de próstata.

Mas, de acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer), o tumor de testículo corresponde a 5% do total de casos de câncer entre os homens.

É facilmente curado quando detectado precocemente e apresenta baixo índice de mortalidade.

Apesar de raro, preocupa porque a maior incidência é em homens em idade reprodutiva, entre 15 e 50 anos.

Nessa fase, há chance de ser confundido, com uma inflamação dos testículos e dos canais que coletam e carregam o esperma.

Sinais de Alerta

O mais comum é o aparecimento de um nódulo duro, geralmente indolor, aproximadamente do tamanho de uma ervilha.

O Inca orienta quanto a atenção a outras alterações, como por exemplo o aumento ou diminuição no tamanho dos testículos, endurecimentos, dor imprecisa na parte baixa do abdômen, sangue na urina e aumento ou sensibilidade dos mamilos.

Em caso de alterações, o médico, de preferência um urologista, deve ser consultado.