A jovem Isabela Souza Araújo, com 18 anos e moradora de Ribeirão Pires, está realizando uma vaquinha virtual para ajudar no tratamento de uma doença pouco conhecida, chamada mielomeningocele.

\"CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE\"

A mielomeningocele é uma malformação congênita da coluna vertebral que atinge a medula. Ela é causada pela deficiência de ácido fólico durante a gravidez.

Mesmo com pouca idade, a jovem já enfrentou 19 cirurgias durante seu pouco tempo de vida. Tanto corretivas para as pernas, que nasceram para dentro e voltadas para o tronco, quanto para correção da bexiga que não acompanhou seu crescimento.

Além da mielomeningocele, a jovem nasceu com hidrocefalia e teve que passar por uma cirurgia neurológica já aos sete dias de vida. Sua irmã gêmea, faleceu no nascimento e Isabela contrariou todos as expectativas médicas, sobrevivendo e hoje vivendo de forma independente.

A cada cirurgia, é necessária a compra de equipamento descartável, o que aumenta consideravelmente o custo de vida da família, hoje composta apenas pela jovem e sua mãe, que atualmente está desempregada.

Com uma conta no Instagram e um canal do Youtube ela conta sua história, rotina e dificuldades que enfrenta na sociedade: “Eu vi nas redes sociais uma forma de conhecer melhor o mundo. Eu me percebi entrando em depressão, mas através das redes sociais tenho conhecido pessoas e percebi que posso ajudá-las”.

Foi através do sucesso que fez nas redes sociais que surgiu a oportunidade de Isabela conhecer o apresentador do SBT, Celso Portioli, recebendo dele uma cadeira de rodas para ajudar na sua locomoção. Porém, hoje, essa cadeira não atende mais as necessidades, pois não é adequada ao seu tamanho.

Apesar das dificuldades, a garota mantém a esperança de um futuro onde possa ajudar ainda mais pessoas através de sua história de vida: “Através do meu canal no Youtube eu desejo alcançar outras pessoas nas mesmas condições que as minhas. A pessoa com deficiência pode fazer o que ela quiser, ela pode sonhar, namorar, casar. Pode inclusive não casar por opção. Nós podemos sair, ir para festas e conhecer pessoas novas. Não precisamos viver presos em casa achando que ninguém vai gostar de nós.”

Hoje, Isa é estudante em um cursinho pré-vestibular como bolsista. Seu sonho é ingressar no curso de medicina e, futuramente, se especializar em Oncologia Pediátrica.

Para ajudar Isabela em seu tratamento e próximas cirurgias, basta entrar em sua vaquinha online e acompanhar suas redes sociais.