Nos últimos dias, o clima sofreu mudanças bruscas de temperatura. Oscilando entre 15 a 35 graus em questão de horas, não só em Ribeirão Pires, mas também em todas as regiões próximas da capital.

Continua Após a Publicidade

O final de semana que começou frio, deu boas vindas à primavera e junto com a nova estação, o sinal de alerta é para as alergias respiratórias decorrentes do pólen suspenso no ar. Para crianças e idosos, a atenção deve ser redobrada pois costumam ser o grupo que mais sofrem com o desencadeamento de alergias respiratórias, como por exemplo: rinite, sinusite e faringite.

É fundamental nesses períodos, estreitar os cuidados com a saúde, especialmente buscando tomar muito líquido, dando sempre prioridade a água. Dentre os muitos cuidados, está também a higiene tanto pessoal, quanto na lavagem de roupas e objetos caseiros com mais frequência.

Contudo, apesar das alergias respiratórias se tornarem frequentes nas épocas mais frias do ano, é no tempo seco que as defesas naturais das vias aéreas ficam prejudicadas. Por isso, os cuidados não só com o corpo, mas também com o ambiente que se vive são cruciais.