blank
As condições dos veículos tem assustado pais e responsáveis pelas crianças que utilizam o serviço. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Veículos sem condições de tráfego, falta de manutenção e insegurança são algumas das diversas reclamações realizadas à equipe do DiárioRP pelos pais de crianças que utilizam os ônibus escolares fornecidos e contratados pela Prefeitura de Ribeirão Pires.

Na linha que faz o bairro Santa Clara, levando as crianças de 5 a 10 anos para a Escola Municipal Maria Siqueira de Paula, um dos ônibus apresentou vazamento de óleo que chegava a escorrer pelos pneus.

Continua Após a Publicidade

A mãe de um aluno, informou nas redes sociais que além das crianças serem transportadas no colo uma das outras, os ônibus por vezes param em meio ao trajeto por apresentarem falhas mecânicas, obrigando os alunos a descerem e terminarem o percurso a pé.

O problema atinge também crianças que dependem do transporte em outros bairros, como Ouro Fino.

“Até o ano passado, quem fazia a frota de ônibus, era somente a Prefeitura. Agora as crianças vão também em contratados, e estes sempre apresentam problemas. O micro-ônibus que faz a linha Índio Tibiriçá não tem janela e o ar condicionado está quebrado. As crianças chegam com dor de cabeça, passando mal. E se o ônibus quebra, ninguém avisa a escola nem os pais”, informou uma mãe, que não quis ser identificada.

Acrescentou ainda que os alunos da Escola Municipal Sebastião Vayego de Carvalho em Ouro Fino, já tiveram que atravessar a rodovia Índio Tibiriçá a pé, também por conta de problemas mecânicos no veículo e muitas vezes monitores não estão presentes dentro dos veículos.

Na última quinta-feira (26), pais e responsáveis por alunos desta mesma escola, ficaram esperando o retorno das crianças no ponto de desembarque, o que não aconteceu. Após vários minutos, foram até a escola em busca de respostas e descobriram que o ônibus não buscou as crianças e nem notificou sobre a não prestação do serviço.

Os veículos destinados ao transporte escolar, devem atender as normas expedidas pelos Conselhos Nacional e Estadual de Trânsito. Zelando por sua segurança e manutenções preventivas e corretivas.

Procurada pela equipe do DiárioRP, a Secretaria de Comunicação da prefeitura ignorou nossos questionamentos em relação à segurança e às denúncias de transporte irregular das crianças, e se limitou a dizer que os pais que tiverem reclamações devem ir pessoalmente na Secretaria de Educação do Município. Além disso, também disse que a empresa responsável pelo transporte foi notificada para a apresentar os laudos de manutenção periodicamente à Secretaria.