Acidentes de trânsito com óbitos envolvendo ciclistas nos primeiros cinco meses de 2019 na região do Grande ABC já supera o total de mortes deste tipo em 2018.

Segundo números do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), foram sete registros entre janeiro e maio de 2019 contra quatro casos em todo o ano passado.

Em janeiro, três casos foram contabilizados. Entre março, abril e maio, foram dois em cinco cidades: Santo André, São Bernardo, São Caetano (dois), Mauá (dois) e Ribeirão Pires. Entre todos os casos, a maior parte das vítimas foram homens, com seis mortes, tendo uma mulher como vitimada. As idades variam entre 14 e 72 anos. Entre os tipos de acidentes, foram três tombamentos, dois choques e duas colisões. Nos endereços dos casos, apenas dois foram registrados em rodovias (SP 122-Santo André/Paranapiacaba e SP 150-Anchieta) – os demais óbitos aconteceram em vias municipais.