Na sessão ordinária da última quinta-feira (9), a Câmara de vereadores acatou o veto do prefeito Kiko (PSB) ao projeto de lei, do vereador Edmar Oldani (PV), que previa a implementação de comedouros e bebedouros para animais em situação de rua da cidade.

A veto havia entrado em discussão na Casa de Leis na última semana, mas havia sido adiada pelos vereadores para análise. Autor do projeto, o próprio Edmar votou à favor do veto por estar elaborando um projeto melhor que não seja inconstitucional e que não dê maiores gastos ao município, motivos esses que levaram o prefeito a vetar o texto. “Depois de ouvida a Secretaria de Assuntos Jurídicos, decidi vetar integralmente, por ser inconstitucional o projeto”. “Apesar da boa intenção do parlamentar municipal, constata-se que as disposições do projeto de lei envolvem a criação de atribuições a órgãos e servidores do Poder Executivo, logo, a sua propositura cabe ao prefeito municipal”, disse o prefeito na justificativa ao Veto.

Apenas os vereadores Amigão (PTC) e Danilo da Casa da Sopa (PSB) foram contrários ao veto do Executivo. O novo projeto do vereador Edmar deve entrar em votação na Câmara nas próximas semanas.