O governador João Dória (PSDB), decretou nesta quinta-feira (14), situação de emergência em Ribeirão Pires e nas outras seis cidades do Grande ABC, devido as fortes chuvas que atingiram a cidade e a região no início desta semana. Publicada no Diário Oficial do Estado, os efeitos da medida são retroativos ao dia 11 de março e valem por 180 dias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Como consta no decreto, órgãos da administração pública estadual ficam autorizados a prestar apoio à população das áreas dos municípios de Mauá, Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires. Em reunião com o Ministro de Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), prefeitos e representantes das sete cidades da região, Dória anunciou um pacote de medidas para aplacar os efeitos das chuvas.

Dentre as medidas anunciadas, uma delas é a contratação de obras e serviços sem a necessidade de licitação. Outra iniciativa é a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) às vítimas das enchentes. O governo também anunciou um desconto na conta água dos moradores de áreas atingidas pelas enchentes.

Em Ribeirão Pires, em sessão ordinária realizada na tarde da última quinta-feira (14), a Câmara Municipal aprovou o projeto do Executivo para aumentar o auxílio-moradia de R$ 400,00 para R$ 800,00. O valor abrangerá os moradores que tiveram seus imóveis interditados.