Na última semana, funcionários da Santa Casa de Birigui, empresa que cuida da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), declararam que estavam com salários atrasados devido aos atrasos nos repasses da Prefeitura para a entidade. Ainda segundo alguns servidores, o problema é recorrente e acontece ao longo dos meses.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Contudo, por meio de nota oficial, a Prefeitura esclareceu “que regularizou os repasses junto à Santa Casa de Birigui referentes ao serviço de saúde mental e de folha de pagamento dos funcionários que estavam em aberto”. Ainda segundo a administração municipal, os salários de janeiro e fevereiro estavam abertos.