Os moradores da Rua Violonista Leandro, no bairro Quarta Divisão, reclamam bastante de uma lixeira aberta localizada na entrada da rua e que fica bem visível para quem passa de carro pela Estrada da Sapopemba.

A reclamação maior é sobre o forte cheiro que exala do local e da enorme quantidade de lixo depositada e espalhada pelo chão. O local dava lugar a uma caçamba, onde era depositado o lixo, mas foi retirada pela Prefeitura, que construiu a tal lixeira, implantada também em outros bairros da cidade.

Há também um ponto de ônibus, que está em péssimas condições, onde o mato já está quase engolindo-o e os bancos estão cheios de buracos. Segundo os moradores, todo tipo de lixo é depositado ali e até mesmo arremessado, já que, segundo eles, pessoas passam de carro atirando sacolas no local, o que acaba espalhando materiais no entorno.

A presença de animais de rua também ajuda a espalhar os resíduos. A equipe do DiárioRP esteve no local e constatou todos os tipos de materiais, de inúmeros restos de alimentos jogados pelo chão, o que causa um intenso mau cheiro. Até mesmo um vaso sanitário foi jogado ao lado do ponto de ônibus.

Em contato com a prefeitura de Ribeirão Pires, o órgão informou através de nota que “está tomando as devidas providências para readequar a lixeira à demanda dos moradores da região. Sobre as novas lixeiras, esclareceu que estão sendo instaladas na cidade para contribuir com a limpeza dos bairros, disponibilizando espaços para o descarte regular do lixo pela população do município.