Ribeirão Pires aprimora atendimento do Melhor em Casa

USP Imagens

A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires realizou, na última semana, reunião com familiares de pacientes atendidos pelo programa Melhor em Casa, que leva atendimento e acompanhamento domiciliar a pacientes que não podem se locomover até unidades da rede municipal. As reuniões fazem parte de calendário de rotina das equipes do Melhor em Casa para aprimorar o serviço prestado aos pacientes cadastrados, sempre considerando suas demandas e a evolução do quadro de saúde.

Continua após a publicidade.

“Nessas reuniões, nossas equipes abrem o diálogo com os familiares de nossos pacientes como forma de conhecer quais são as necessidades dessas pessoas e, dessa forma, promover a melhoria constante do atendimento prestado. Os profissionais do Melhor em Casa se dedicam para acolher bem esses moradores, orientando, esclarecendo dúvidas e cuidando com carinho de nossos pacientes”, disse a secretária de Saúde e Higiene da cidade, Patrícia Freitas.

Sobre o Melhor em Casa:

Em janeiro desse ano, a Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires inaugurou nova sede do Melhor em Casa. Localizada na Avenida Santo André, 7, no Centro Alto, o espaço abriga equipe especializada formada por médicos, enfermeiro, fisioterapeuta, além de profissionais que cuidam da parte administrativa. Por meio do programa federal, que repassa mensalmente ao município R$ 50 mil, a Prefeitura realiza atendimento e acompanhamento de internações domiciliares.

Há, atualmente, 180 pacientes da rede municipal de saúde cadastrados no programa. A formalização do Melhor em Casa em Ribeirão Pires foi efetivada pela Prefeitura no início de 2017, com a apresentação de projeto ao Ministério da Saúde e adesão ao programa federal.

“O programa era realizado em anos anteriores informalmente, sem estrutura para o bom desenvolvimento do trabalho dos profissionais. Com a adesão do município junto ao Ministério da Saúde, a inauguração de nova sede e a entrega de veículo de uso exclusivo para a equipe, estamos fortalecendo o atendimento prestado e garantindo ainda mais qualidade ao serviço domiciliar, que faz toda a diferença para quem mais precisa desta atenção”, observou a secretária de Saúde e Higiene, Patrícia Freitas.

Para receber este atendimento, o paciente deve apresentar laudo médico solicitando a inclusão no Melhor em Casa. A equipe multidisciplinar do programa realiza visita ao paciente para avaliação do caso e iniciar os cuidados necessários, estabelecidos de acordo com a condição de cada quadro.