Um córrego a céu aberto, localizado na cidade de Rio Grande da Serra, está incomodando diversos moradores e comerciantes da Av. Dom Pedro I, no centro. O principal problema é o mau cheiro e o elevado número de roedores que aparecem naquela região, dando
‘dor de cabeça’, de acordo com os próprios populares.

Segundo as pessoas que transitam e trabalham na Avenida Dom Pedro l, uma tentativa de comunicação com a Prefeitura Municipal já ocorreu. Na resposta, dizem que a área é de responsabilidade da Sabesp. Já quando perguntam para a Sabesp, a empresa diz que o espaço é de responsabilidade da Prefeitura do Município.

O assunto chegou até a Sessão Ordinária da Câmara dos vereadores, e o parlamentar Claurício Bento (DEM) disse na tribuna que foi até o local e viu que a situação está ruim. Portanto, acabou solicitando a alguns vereadores que consultassem a Prefeitura para tentar acabar com o odor que o local transmite.

Continua Após a Publicidade

O Diário de Ribeirão Pires entrou em contato com a Sabesp que nos comunicou que aquela área pertence a Prefeitura de Rio Grande
da Serra. Em nossa tentativa de contato com a Prefeitura de RGS, para maiores explicações, como já é de costume, não fomos atendidos.