Após reeleição, Gabriel Maranhão coleciona polêmicas em RGS

Chegando ao final de 2017, o Diário de Ribeirão Pires levantou situações ocorridas durante os 12 meses para fazer um balanço do ano de Rio Grande da Serra. Com a reeleição do prefeito Gabriel Maranhão (PSDB), a cidade continuou sendo palco de muitas confusões e notícias negativas, deixando cada vez mais a população preocupada.

A saúde é um dos assuntos que mais revoltou os moradores e ainda está causando muitas críticas. Em Junho, médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) estariam se negando a realizar alguns atendimentos porque não recebiam o salário há três meses. A empresa contratada informou que a prefeitura não estava repassando a verba. Alguns meses depois, a empresa rompeu o contrato alegando que a prefeitura estaria devendo mais de quatro milhões de reais.

Outro caso emblemático deste ano em RGS foi quando Gabriel Maranhão decidiu demolir casas do Bairro Pedreira que existem no local há mais de 70 anos. O chefe do executivo havia feito algumas promessas aos moradores que seriam afetados, como pagar o aluguel, mas não estaria cumprindo. Até o momento duas casas foram demolidas. O caso teve uma audiência pública na Câmara, onde reuniu representante do bairro, vereadores e secretários, além de um grande público que acompanhou a sessão.

A câmara dos vereadores também é um tema alvo de muitos questionamentos. Um dos vereadores mais citados negativamente pelas pessoas é Claudinho Monteiro (PSB), líder do prefeito. Quem costuma acompanhar as sessões ordinárias, se depara com Claudinho tentando tirar o foco de assuntos sobre problemas da cidade, mencionando a crise no país e criticando partidos de oposição. Claudinho também ataca frequentemente o vereador da oposição, Benedito Araújo (PT).

O trabalho de Maranhão é muitas vezes criticado até mesmo por vereadores que fazem parte da sua base, como as críticas feitas pelo vereador Claurício Bento (DEM).

Na contramão das situações negativas, há algumas pessoas que lutam pelo bem da cidade. Vereadores como Benedito Araújo, Claurício Bento e Akira Auriani (PSB) se mostraram muito atuantes e procurando estar do lado do povo.

Também ocorreram alguns eventos, como Festival de Pipas, festival de Cambuci, mutirão de atendimento em algumas UBSs, conseguiu verba para reformar a estação de trem através de contato entre o vereador Claurício e o Deputado Estadual Estavam Galvão (DEM).

Compartilhe:

Notícias relacionadas