Merenda escolar vira pauta em RP

Amigão criticou o Secretário João Mancuso

Na sessão da última quinta-feira (16), o vereador Amigão D’orto (PTC) questionou sobre a merenda escolar, através de um documento.

Continua após a publicidade.

Tudo começou após a mãe de um dos alunos da Escola Estadual Francisco Prisco viralizar uma imagem nas redes sociais. Essa imagem continha um bilhete, enviado pela coordenação da própria escola, e dizia que, após o término de contrato, as merendas passariam a ser “secas” (Biscoitos, bolachas de água e sal, entre outros) e não mais produzidas nas dependências da própria instituição de ensino, como é atualmente.

Visto isso, Amigão disse ter ficado enternecido com a situação, pois, nos comentários dos munícipes e de outras mães de alunos, elas explicavam que, por diversas vezes, as crianças vão à escola justamente por causa dessa merenda. Por não terem o que comer em casa.

Após a fala e a argumentação, o vereador solicitou esclarecimentos quanto ao assunto.