A Polícia Militar foi acionada na última terça-feira (15), por denúncia anônima, a respeito de um local onde supostamente haveria uma uma máquina caça-níquel, no bairro Santa Tereza em Rio Grande da Serra. No local, foi confirmada a denúncia, e os policiais encontraram o equipamento chumbado na parede. Na hora do flagrante a máquina estava desligada.

Continua após a publicidade

Questionado, o dono do estabelecimento disse que o maquinário não pertencia a ele, mas sim, a uma pessoa chamada Renato, e que os lucros do caça-níquel eram divididos em partes iguais entre eles. O homem identificado como Renato só apareceria no local a cada quinze dias para a repartição do dinheiro.

Na máquina, segundo o boletim de ocorrência, apenas uma nota de dois reais foi encontrada, arquivada como prova e encaminhada às autoridades competentes, assim como todo equipamento apreendido na ação.

Continua Após a Publicidade

O dono do lugar onde foi apreendida a máquina foi levado à Delegacia, ouvido e em seguida dispensado. A Polícia Civil continua com as investigações sobre o caso.