Vereadores do grupo de Saulo demonstram apoio a Dedé. (Foto: DiárioRP)
Vereadores do grupo de Saulo demonstram apoio a Dedé. (Foto: DiárioRP)

O Candidato Dedé, (PPS) e o até então candidato à reeleição, Saulo Benevides (PMDB) firmaram um acordo para competirem juntos na reta final das Eleições 2016. De acordo com pessoas ligadas ao atual prefeito, Dedé teria prometido as Secretarias de Saúde e de Infraestrutura para Benevides, caso ele o apoiasse nessa reta final; Benevides teria aceitado o convite para apoiá-lo.

Para o grupo de Dedé, Benevides trará os votos de confiança que tem, já que por conta da alta rejeição, vem tendo um desempenho medíocre e sem nenhum avanço nas últimas pesquisas. Por conta disso, Benevides deu aval para que seus vereadores e equipe de campanha apoiem o candidato Dedé. Uma reunião inclusive chegou a acontecer na noite de ontem (27), para que o apoio ao candidato do PPS fosse apresentado oficialmente aos colaboradores do Peemedebista e seus candidatos já estão retirando a foto de Saulo dos adesivos e materiais de campanha e substituindo pela de Dedé.

Não é a primeira vez que a dupla se une. Na eleição de 2012, Dedé foi impugnado e no final da eleição, deu apoio a Benevides, que foi eleito Prefeito na época. Em 2012, por conta de seus problemas na Justiça Eleitoral, Dedé não teve seus votos computados, frustrando mais de 15 mil eleitores, dando praticamente de bandeja, o título de Prefeito de Ribeirão Pires à Saulo Benevides. No entanto, rumores apontam que à época, Saulo e Dedé, teriam firmado um acordo parecido como o que aconteceu este ano. Dedé então foi responsável por indicar o primeiro Secretário de Saúde na Gestão Saulo Benevides. Fernando Antônio Blandi, da cidade de Diadema, e foi responsável pela Pasta por pouco mais de quatro meses, quando após se envolver em polêmica sobre o fechamento das portas UPA Santa Luzia, por uma noite inteira, foi exonerado do cargo.

Saulo e Dedé tentaram refazer o acordo pouco antes do início desta corrida eleitoral, mas a rejeição do atual prefeito foi demais para Dedé que, mesmo com a confirmação da equipe de Saulo, Dedé acabou negando o acordo entre as partes.