UPA deve atender ao menos 300 pessoas por dia. (Foto: Divulgação)
UPA deve atender ao menos 300 pessoas por dia. (Foto: Divulgação)

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rio Grande da Serra iniciou atendimento nesta segunda-feira (01).

Continua Após a Publicidade

De acordo com o Secretário de Saúde de Rio Grande da serra, Carlos Duarte, “a unidade é marco no serviço de urgência e emergência na cidade”. A expectativa de atendimento é de cerca de 300 pessoas por dia.

Com atendimento 24 horas, conta com equipe plantonista formada por médicos, enfermagem e apoio administrativo.

“É importante salientar que o novo prédio conta com gerador e com equipe de seguranças para garantir o melhor em atendimento para a comunidade.”

– Pontuou Duarte.

O local conta com uma ampla estrutura com salas de classificação de risco, assistência social, três consultórios, sala de sutura e eletrocardiograma, sala de inalação, sala de medicação e coleta, raios-x, brinquedoteca, emergência com quatro leitos, observação adulta com cinco leitos, observação infantil com quatro berços, sala de isolamento e banheiros masculino, feminino, infantil e para deficientes.

O novo prédio abriga ainda uma sala de esterilização, almoxarifado, sala de enfermagem, vestiários e setor administrativo. Além disso, a administração informou que a UPA abrigará também a sede da Secretaria de Saúde.

Com profissionais qualificados, a unidade abre as portas com uma equipe preparada para atender todos os tipos de situações.

“Toda a equipe foi qualificada, são identificados com crachás e estão empolgados com o novo espaço.”

– Explicou o secretário.

UBS Central

Já a UBS Central será fechada no momento e o espaço revitalizado, visando adequação para futuros serviços da Secretaria. Ainda sobre o atendimento ambulatorial, a administração informou que a rede continua com os serviços nas UBS´s dos bairros, no Ceme (Centro de Especialidades Médicas) e no Casmi (Centro de Atendimento à Saúde da Mulher e Infância) normalmente.

“Só as urgências e emergências que saíram da UBS passaram para a UPA, o restante do atendimento da rede pública permanece sem alteração e segue normalmente.”

– Concluiu o secretário Carlos Duarte.