\"CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE\"

Depois de causar alvoroço no cenário político e financeiro da cidade, a Prefeitura de Ribeirão Pires conseguiu remanejamento de verbas, no valor de cinco milhões de reais. Esse dinheiro será destinado ao Gabinete do Prefeito que será responsável por redistribuir para Pastas que estejam precisando, como, por exemplo, a Infraestrutura.
As confusões foram tantas que o DiárioRP foi conversar com o Secretário de Finanças, Edernício Turini, o especialista em assuntos políticos da OAB, Cláudio Deberaldine e alguns vereadores, que reclamaram principalmente da falta de tempo para analisar o projeto.

“Fomos pegos de surpresa, não havia tempo hábil para dar um parecer certeiro.”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

– Disse o vereador Eduardo Nogueira (SD), corroborado pelo companheiro Gabriel Roncon (PTB). Já os vereadores Edson Savieto (PDT) e Rubens Fernandes (PSB) votaram a favor do projeto.

Turini explicou que o remanejamento feito pela Administração é interno, e não leva nada do DADE.

“Esse é um valor que seria acrescido ao Turismo, e não retirado. É isso que explica o texto.”

– Comentou.

No entanto, Deberaldine rebateu as afirmações dizendo que o texto é confuso.

“Não posso precisar detalhes, mas isso me parece um erro de escrita do texto, se a verba remanejada for mesmo interna”

– Disse, mencionando que talvez seja preciso reescrever o projeto.