UBS_CENTRAL_RGS_01_site
Foto: DiárioRP

A Fundação ABC teve que retornar aos trabalhos a frente da Saúde de Rio Grande da Serra devido à um problema de contrato. A volta da FUABC teve comemoração unânime entre os vereadores e população local. Entretanto, a Fundação deverá permanecer por apenas três meses, período que deveria ter servido de aviso prévio à Prefeitura de Rio Grande da Serra.

Continua Após a Publicidade

No contrato vigente, caso exista qualquer situação que no entendimento da Fundação, seja passível a retirada de seu efetivo, a responsável pela Saúde deve enviar uma aviso de 90 dias à Secretaria de Saúde da Cidade, a respeito de sua saída.

“É uma vitória da população, algo que, se não acontecesse, prevíamos o caos instaurado em nossa cidade.”

– Disse Benedito Araújo, do PT.

O vereador João da Psiu, acompanhou o colega de partido.

“Só é uma pena que agora, a FUABC só vai conseguir receber os mais de dois milhões da prefeitura, depois que for à Justiça requerer esse valor.”

– Falou.

O Líder de Governo na Câmara, Waldemar Pirillo disse que o valor de dois milhões já diminuiu consideravelmente, tendo em vista que “o Prefeito Gabriel Maranhão já pagou 350 mil reais, e vai honrar este compromisso, como tem honrado todos os outros”.

De acordo com os vereadores, a Fundação fornecerá cinco médicos, três clínicos gerais e dois pediatras, mas os custos serão de responsabilidade da Administração Pública.