blank

 

Leo_parquefloresta_dentro
Leo se reuniu com integrantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente – Foto: Reprodução

A cidade de Ribeirão Pires deve ganhar um novo atrativo para os turistas em breve. A construção de um Parque Floresta é a ideia da Vice-Prefeita Leonice Moura (PMB) para o espaço da Fazenda Bandeirante. O investimento seria do governo federal, usando fundo de compensação pela construção de trecho do Rodoanel. O custo estimado está em R$ 6 milhões.

“É um projeto antigo. A Unidade de Conservação registrada recebe um apoio financeiro do governo para manutenção. Identificamos a Fazenda Bandeirante como um local que deveria ter um cunho de parque pela riqueza da fauna e flora. É um ganho para um local que quer ser uma estância turística de fato.”

Explicou Leo.

As UCs (Unidades de Conservação) são divididas em dois tipos: proteção integral e uso sustentável. No caso de Ribeirão, o local se enquadra na primeira categoria e visa a preservação da natureza em áreas com pouca ou nenhuma atividade humana, admitindo apenas o uso indireto dos seus recursos naturais.

Segundo Leo, a documentação necessária já está na Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo.

“Já preparamos os documentos necessários em conjunto com as Secretarias de Meio Ambiente e Jurídica e demos entrada na Pasta Estadual no início do ano passado. Fizemos audiências públicas e a área já foi declarada como de utilidade pública pelo Prefeito Saulo. O Secretário Adjunto de Meio Ambiente do Estado já está com o documento.”

Disse.

A Vice-Prefeita também afirmou que o local terá fins educacionais.

“Teremos viveiros para animais capturados que não podem voltar para a mata por algum problema. Além disso, será um local para visitação e educação. A característica mais importante é a conservação da área.”

Frisou Leo.