residenciavet005_editada
Expectativa é castrar mais de dois mil animais – Foto: USP Imagens

A Secretaria de Saúde e Higiene, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), inicia o programa de castração e identificação de cães e gatos, machos e fêmeas da cidade no sábado (16). A ação atenderá animais já cadastrados e que aguardam a castração em lista de espera.

A castração e identificação ocorrem por meio microchips que integram o programa de guarda responsável de animais e atende a lei estadual 12.916, de 2008.

continua após a publicidade

“O objetivo principal é o controle reprodutivo de cães e gatos minimizando o conseqüente abandono de animais em vias públicas.”

Disse Dra. Eliana Maciel, responsável pelo CCZ de Ribeirão Pires.

Em atendimento a lei, os “cães comunitários” terão prioridade, porém é necessário que um responsável pelo animal assuma os cuidados pós operatórios. Esta prioridade visa o controle populacional ao evitar a reprodução descontrolada de cães de rua.

A castração será realizada no CCZ e nos bairros do município em unidade móvel denominada “Castramóvel”, ainda com data a ser definida pela Pasta. O veículo é adaptado para procedimentos cirúrgicos que pretende atender dois mil animais entre espécies caninas e felinas, distribuídas ao longo do ano.

O objetivo da castração é evitar infecção uterina e câncer de mama, evitar a gravidez psicológica e suas conseqüências e evitar o cio para as fêmeas. Já para os machos, evita os tumores nos testículos, minimiza demarcação territorial e minimiza a agressividade devido à excitação sexual.

A Secretaria de Saúde e Higiene informa que para a castração, é necessário o cadastro dos animais. Serão cadastrados os animais até que se atinja o total de 2 mil animais.

Os locais e datas da ação pelo Castramóvel serão divulgados em breve. O cadastro pode ser realizado no próprio CCZ através do telefone: 4824-3748.