Greve pode começar a partir de amanhã. (Foto: Divulgação)
Greve pode começar a partir de amanhã (foto: divulgação).

Funcionários do Metrô (Companhia do Metropolitano de São Paulo) e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) podem entrar em greve a partir de amanhã, segundo o sindicato.

Segundo o Metroviários-SP, sindicato da categoria, as empresas se negam a fazer a equiparação salarial. Além disso, querem modificar direitos já adquiridos pelos trabalhadores, como aviso prévio e anuênio.

Ontem, dia 25, uma audiência de conciliação foi realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), entre representantes do sindicato e das empresas metroviárias de São Paulo. O Tribunal sugeriu que as empresas efetuem o aumento de 8,82%. Além disso, sugeriu também a manutenção das cláusulas do acordo coletivo da categoria.

O Metrô se negou a renovar alguns pontos do acordo, mas disse que irá avaliar a possibilidade de aumentar sua proposta de reajuste. Já com a CPTM não conseguimos contato para se pronunciar sobre o assunto.

Hoje, às 18h, uma assembléia decidirá pela espera de uma contra-proposta das empresas ou pela realização de greve, que poderá começar amanhã.

Continuaremos acompanhando o caso. Mais informações em breve! Acompanhe também pelo nosso Facebook.

 

Atualização – 20:30

Funcionários do Metrô e da CPTM desistiram de entrar em greve amanhã. O funcionamento será normal. Novas reuniões foram marcadas para a próxima semana.