Vereadores votaram, ontem, projeto que altera o dia e horário em que são realizadas as sessões na Câmara Municipal.

De acordo com as novas regras, as sessões, que, antes, aconteciam nas quartas-feira às 15h, deverão voltar para as manhãs de quinta-feira, às 10h.

A alteração gerou revolta do vereador Renato Foresto (PT), que em 2013, foi o idealizador da mudança de horário das sessões para o período da tarde.

Antes, as sessões também ocorriam no período da manhã, mas, após reclamação de munícipes e recolhimento de abaixo assinado, que o petista afirma ter cerca de quatro mil assinaturas, os vereadores cederam e passaram a se reunir à tarde.

No requerimento apresentado por Foresto em 2013, o horário para a sessão deveria ser às 19h, mas, por conta de negociação com os demais vereadores, adiantou-se para as 15h:

“Sou veentemente contra, e fiquei chateado porque não fui informado por nenhum dos vereadores. Fiquei decepcionado com a sessão indo para de manhã. Eu fiz um abaixo assinado na época, porque pessoas me procuraram e esse horário tinha um monte de complicações para as pessoas participarem.”

– disse Foresto.

O novo horário já passa a valer na quinta-feira da próxima semana. Apenas o vereador Renato Foresto (PT) e a vereadora Berenice da Silva, a Berê (PMN), votaram contra a alteração do horário.

Para mais informações, curta a página do Diário de Ribeirão Pires no Facebook.