Por Rafael Ventura.
Professores protestam contra o ex-prefeito de RGS (Foto: Rafael Ventura)
Professores protestam contra o ex-prefeito. (Foto: Rafael Ventura / DiárioRP)

Segundo matéria publicada hoje, no Diário do Grande ABC, o ex-prefeito de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSC), tem interesse em assumir a liderança do Executivo de Ribeirão.

Segundo o jornal, Kiko também estaria articulando um grupo político em Diadema para se opor à candidatura de reeleição de Lauro Michels (PV), de quem foi aliado até 2013 – uma espécie de “vingança” contra o ex-aliado. Kiko, porém, afirmou ser página virada, mas não escondeu a mágoa.

De acordo com o ex-prefeito da cidade vizinha, o andamento de projetos realizados por seu sucessor, Gabriel Maranhão (PSDB), em Rio Grande da Serra, e o resultado de pesquisas realizadas na cidade seriam suas principais motivações. Em uma das pesquisas, Kiko teria ficado com 13,5% das intenções de voto, contra 24,8% do candidato líder das pesquisas, Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS).

 

Protestos

Na última quarta-feira, 18, em solenidade especial pelo aniversário de Ribeirão Pires, Kiko recebeu o título de cidadão ribeirãopirense, entregue pelo vereador Gabriel Roncon (PR). Horas antes, um grupo de professores da rede estadual protestou contra a entrega do título e a possível candidatura do ex-prefeito.