Amigão é acusado de agredir e apontar arma a opositores

Publicidade

O candidato à prefeitura da cidade, Amigão D’orto (PSB), é acusado de agradir e até mesmo apontar uma arma de fogo para trabalhadores da campanha de Guto Volpi (PL).

De acordo com os relatos, Amigão chegou a avançar com o carro contra os trabalhadores que faziam panfletagem na região de Ouro Fino, e em um dos momentos, o próprio Amigão chegou a sair do carro, deu um murro no rosto de um dos trabalhadores e chegou a apontar uma arma de fogo contra um deles.

Logo em seguida, Dois outros homens saíram do veículo e começaram a agredir outras pessoas. Os outros homens que acompanhavam Amigão também estavam armados. O grupo está na delegacia de polícia do município neste momento para a elaboração do Boletim de Ocorrência. Vaja o depoimento das vítimas no vídeo.

Procurado por nossa equipe, e questionado sobre o caso, D’orto afirmou que houve um desentendimento entre as equipes por conta de material que estava sendo distribuído pela equipe de Volpi, que, segundo ele, contiam informações mentirosas.