A Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) alertaram nesta segunda-feira (13) que pelo menos 233 servidores da prefeitura de Ribeirão Pires solicitaram e receberam o auxílio emergencial sem precisar. Rio Grande da Serra também aparece na lista com 91 servidores públicos.

O Auxílio Emergencial foi criado pelo Governo Federal e é destinado a autônomos, desempregados, microempreendedores e mulheres chefes de família afetados pela pandemia do novo coronavírus. Ao todo, pelo menos 1.210 servidores estão recebendo o auxílio de forma irregular em toda a região do Grande ABC.

Continua Após a Publicidade

O resultado foi possível após o cruzamento de dados das folhas de pagamento com o cadastro de pessoas que têm recebido o benefício do Governo Federal. O prejuízo somente na região do ABC é de R$ 1,45 milhão. A CGU informou que vai analisar os casos individualmente e já encaminhou aos órgãos devidos para fiscalização.