A menina Maria Eduarda de Lima Castilho, 5, segue internada em estado grave na UTI pediátrica do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André. Na última quarta-feira (3), a menina foi baleada por seu pai, Alexandre Castilho, que logo em seguida tirou a própria vida.

Segundo informações do último boletim médico, o quadro da menina é grave, porém ela está estável.

continua após a publicidade

Os familiares e amigos de Maria Eduarda estão realizando uma campanha para incentivar a doação de sangue em nome da criança no Hemocentro do hospital Mário Covas.