A Prefeitura da Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Cultura, iniciou na noite da última segunda-feira, (13), as atividades gratuitas da 17ª Semana Nacional de Museus. A programação começou com vernissage da exposição Casa Ribeirão-Pirense 2019, que pode ser visitada pelo público no Centro de Exposições e História “Ricardo Nardelli”, locazido na Rua Miguel Prisco, centro.

A abertura da programação contou com pocket show da Banda CMANAU, no “Jazz no Museu”.  A abertura da Semana Nacional de Museus da cidade contou com a presença do prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko e da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Flávia Dotto.  “Uma cidade que valoriza e mantém viva sua história tem um caminho de ensinamentos e sabedoria rumo ao futuro”, disse o prefeito.

A vernissage foi aprovada por quem visitou o Centro de Exposições e História “Ricardo Nardelli”. “Escutei a música, fiquei curiosa e resolvi entrar. Nunca tinha vindo no Museu. Sempre passava perto, mas não entrava, e hoje tive a oportunidade. Eu não tinha noção que tinha tudo isso aqui dentro. Estou achando incrível”, disse Juliana Alves de Matos, 16 anos, moradora de Ribeirão Pires.

A programação da 17ª Semana de Museus segue na Estância. Nessa quarta-feira, dia 15 de maio, a partir das 14h30, um grupo de estudantes de Mauá e de Ribeirão Pires participarão de atividade monitorada que marcará o lançamento da exposição “O Abstrato Mora ao Lado: Expressões da matéria na Arte”, com recém-adquirido acervo de obras doadas pelo Itaú Cultural, por meio do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus).

Trabalhos assinados por Alfredo Volpi e Burle Marx integrarão a mostra que seguirá aberta à visitação até o dia 31 de maio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (Rua Diamantino de Oliveira, 220 – Centro).. Às 15h30 de amanhã dia 15 de maio, a Cia Dois Palito (Palhaçada para Todos), traz uma programação teatral, “Escada para acessibilidade: Palhaçada para todos”.  A entrada é gratuita

Sobre a exposição Casa Ribeirão-Pirense 2019:

A primeira edição da exposição Casa Ribeirão-Pirense, lançada em 2017, teve ênfase na criação de ambientes museológicos que buscam reconstituir uma típica casa de imigrante. Naquele ano, a proposta era envolver o visitante e proporcionar uma experiência de observação única, ao mesmo tempo contribuindo para a preservação da memória dos diferentes povos que ajudaram no desenvolvimento de Ribeirão Pires.

Nessa nova versão, os visitantes contarão com 19 paineis indicativos com informações sobre os ambientes da Casa – no primeiro salão, informações sobre a origem de cada cômodo, entre os quais quarto e sala de estar, destacando os objetos mais representativos do acervo; no segundo salão, dados sobre a vida em sociedade – meios de produção, relações entre classes; e em uma terceira área, a história de Ribeirão Pires desde o século XVI até o século XX.

A Casa Ribeirão-Pirense 2019 pode ser visitada pelo público de terça a sexta, das 9h às 17h; aos sábados e domingos, das 10h às 16h. A mostra permanente está instalada no Centro de Exposições e História da cidade – Rua Miguel Prisco, 286 – Centro.