As chuvas que atingiram o Grande ABC causaram grandes problemas em toda a Linha 10-Turquesa, que vai de Rio Grande da Serra até o Brás. No último fim de semana foi anunciado que os trens circulariam com maior intervalo de tempo, pois realizaria serviços programadas.

Segundo comunicado divulgado pelo canal oficial da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), uma força tarefa foi montada e conseguiu retomar as operações dos trens em menos de 24 horas, mas devido a grande quantidade de danos causados no sistema de sinalização e energia os trabalhos se estendera até o último domingo.

Conforme nota da companhia o gasto foi de cerca de R$3 milhões para recuperar mais de 350 equipamentos. A tempestade derrubou um poste entre a estação Ipiranga e Tamanduateí e por conta dos diversos pontos de alagamento foi necessário realizar a drenagem e escoamento da água.

“As inundações registradas em vários pontos das linhas provocaram danos à rede aérea, sistemas de alimentação elétrica, via permanente (trilhos), edificações, cinco trens e uma locomotiva. Por isso, ao longo de toda a semana passada, foi necessária a mobilização de cerca de 160 colaboradores da CPTM para recuperar os dispositivos de sinalização, energia e catracas, além da limpeza de diversos pontos dos trilhos, com remoção de entulhos. ” relatou a CPTM.