O Sindicato dos Metroviários de São Paulo divulgou que deve realizar uma greve geral nesta terça-feira (5). Uma reunião nesta segunda-feira (4) deverá definir todos os detalhes da greve.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo o Sindicato, os motivos da greve estão nas mudanças das escalas noturnas, a terceirização e privatização das bilheterias, além da demissão por justa causa de um operador responsabilizado pela falha que interrompeu parte da linha 2-Azul no último dia 22.

As linhas 1-azul, 2-verde, 3-vermelha e 15-prata (monotrilho) devem ser afetadas pela greve. Por ser de iniciativa privada, a linha 4-amarela não terá sua circulação afetada. O Metrô disse estar aberto para diálogo.

Mais informações em instantes.