Na última quinta-feira (24), a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou os números da criminalidade nas cidades do ABC em 2018. Ribeirão Pires teve queda nos índices de roubo e furto em geral e nos números de roubo e furto de veículos. No entanto, os homicídios no município aumentaram significativamente em relação a 2017.

\"CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE\"

Em casos de furtos em geral, Ribeirão havia registrado 850 casos em 2017, baixando para 587 no ano passado, uma diminuição de 30,94%. Nos casos de roubo, houve queda de 28,38%, tendo 434 ocorrências registradas em 2018 e 606 no ano retrasado. Os números de furtos em veículos também caiu. Em 2017, foram 308 casos e, no ano passado, 232 casos registrados, uma diferença de 24,68%. Em relação aos roubos a veículos, houve uma baixa de 8,78%, tendo 187 ocorrências em 2018 e 205 no ano anterior.

O índice mais preocupante é em relação aos crimes contra a vida. Em 2017, houve seis homicídios na cidade. No mesmo período, em 2018, foram registrados nove casos, um aumento de 50%.

Rio Grande da Serra registra aumento de furtos em geral

Rio Grande da Serra registrou baixa em quase todos os índices. Em roubos em geral, teve queda de 20,14%, registrando 111 casos em 2018 e 139 em 2017. Em roubo de veículos, registrou apenas 13 ocorrências, número 48% menor que no ano retrasado, onde teve 25 registros desse tipo de crime. Os números de furto a veículos também caiu. Foram 39 casos, dois a menos que em 2017, uma que de 4,88%. No entanto, furto em geral aumentou em 6,96%. Em 2018, foram 292 ocorrências contra 273 em relação a 2017.

Homicídios também caíram no município. Foram apenas dois casos registrados, um a menos que em 2017.