As férias de janeiro são ótimas para passear com a família e nada melhor que conhecer alguns museus do ABC que contam a história da nossa região. Pensando nisso, a equipe do Mauá Agora preparou uma lista com os principais museus da região. Confira:

continua após a publicidade

Pinacoteca de São Bernardo do Campo 

A Pinacoteca é o maior espaço de exposição permanente de arte moderna e contemporânea da região do ABC, com quatro espaços expositivos, auditório, biblioteca de arte e um jardim de esculturas. Suas atividades estarão intimamente associadas às ações do novo Centro Livre de Artes Visuais que funcionará em edifício anexo.

Além da difusão de seu importante acervo que inclui uma coleção de arte popular e outra de artistas do ABC, a Pinacoteca está preparada para ser um local de promoção de projetos multidisciplinares que relacionem as artes visuais com as artes audiovisuais, a música ou a poesia, por exemplo, favorecendo a pesquisa, a inovação, a experimentação e o desenvolvimento da criação sem fronteiras. A pinacoteca fica na Rua Kara, 105 – Jardim do Mar – Fone: 4125-4056. Funciona de terça a sábado, das 10h às 18h (quintas até 21h).

Museu Barão de Mauá

O Museu Barão de Mauá é patrimônio histórico da cidade. É um bem cultural material tombado pelo CONDEPHATT Estadual.

Remanescente do período inicial da ocupação territorial paulista construído no decorrer do século XVIII, o casarão é um importante exemplar bandeirista.

Possui rico acervo de fotografias, objetos e documentos, e recebe munícipes e alunos em visitas programadas, além de promover exposições e eventos culturais. Horário de funcionamento: De terça a sexta-feira, das 9h às 16h. Aos sábados e domingos, das 10h às 16h. O museu fica localizado na Av. Getúlio Vargas, 276 – Vila Guarani.

Sabina Escola Parque do Conhecimento

Sabina Escola Parque do Conhecimento (popularmente conhecido como Sabina) é uma instituição pública subordinada à Secretaria Municipal de Educação do município de Santo André. No local, é proporcionado aos visitantes a interação em experimentos lúdicos científicos, além de integrar laboratórios, bibliotecas multimídia e o Planetário Johannes Kepler. Tem como visão se tornar um dos principais centros interativos de ciência e educação contemporâneo. O local está com uma programação especial de férias e funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h (bilheteria até às 16h). Aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17:30 (bilheteria até às 16:30). Os ingressos variam entre R$ 20 e R$ 40, com meia entrada para estudantes, crianças de 6 a 12 anos, professores, servidores públicos andreenses, aposentados e idosos acima de 60 anos. O Sabina fica na rua
Juquiá, s/n – Vila Eldizia.

Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli

O Museu Histórico de Ribeirão Pires foi criado por lei em 1983, sendo inaugurado somente em 24 de março de 1985. É uma instituição que tem como objetivo colecionar documentos, fotografias, iconografias, jornais, mapas, livros e objetos tridimensionais portadores de valor excepcional para a preservação da memória coletiva do município. Seu acervo conta, hoje, com cerca de 500 objetos tridimensionais e 10 mil documentos.

Em 2015, teve sua nova e definitiva sede inaugurada no Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli, construída em parceria com o Governo do Estado, por meio de recursos do DADE. É um dos pontos turísticos oficiais de Ribeirão Pires, sendo o primeiro exclusivamente dedicado à preservação da memória municipal. O CEH funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h. Aos sábados, das 10h às 16h. Fica localizado na rua Miguel Prisco.