Moradores de Ribeirão Pires atendidos no Centro de Apoio Psicossocial Infantil da cidade participaram nessa sexta-feira, dia 26, de festa em comemoração ao mês das crianças. Brincadeiras e atividades lúdicas e recreativas fizeram parte da programação do evento, que estimulou a integração dos pacientes com seus familiares e os profissionais da unidade.

O CAPS Infantil atende, atualmente, cerca de 420 crianças e adolescentes com transtornos mentais, em casos como depressão, ansiedade, entre outros. No local, durante todo o ano, os pacientes são atendidos por equipe multidisciplinar, formada por psicólogos, neuropediatra, terapeuta ocupacional, oficineiros, educador físico, enfermeiro e pelo serviço social.

Durante a festa que celebrou o mês das crianças, as equipes do CAPS I, da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires, promoveram o resgate de brincadeiras antigas, como a dança das cadeiras, a corrida do saco e a “bolinha na colher”. “Estimulamos atividades que falem a língua deles, promovendo o convívio social, para que essas crianças se apropriem desse espaço, que é deles”, explicou a oficineira Larissa Trindade.

Além das brincadeiras, foram preparados lanches, doces e lembranças para os pacientes. A decoração da festa foi elaborada pelas próprias crianças e adolescentes, em oficinas de artes do CAPS I. “Esse momento de socialização integra o projeto terapêutico que aplicamos com os pacientes do CAPS e que proporcionam a integração dessas crianças”, disse a coordenadora do CAPS Infantil de Ribeirão Pires, Patrícia Marinho Duarte Nascimento.

“No CAPS Infantil da cidade, além dos atendimentos, também são oferecidas oficinas terapêuticas gratuitas de música, expressão artística, teatro, brincar, entre outras. Esse é um trabalho que contribui para o desenvolvimento de nossas crianças e jovens que precisam de carinho e atenção especializada em saúde”, explicou a secretária de Saúde da cidade, Patrícia Freitas.