Um vendedor de caldo de cana foi vítima de um assalto em uma das principais feiras da cidade, no último domingo (15). Era aproximadamente 13h, quando um homem armado foi até a barraca do comerciante e anunciou o assalto. A feira onde o assalto ocorreu já é tradicional na cidade, e ocorre todos os domingos na Avenida Prefeito Valdirio Prisco (Antiga Avenida Brasil), nas proximidades da Igreja Universal.

Após anunciar o assalto, o comerciante entregou todo o dinheiro que tinha consigo, segundo a vítima, cerca de R$ 500,00 e o assaltante deixou o local a pé. A tensão ficou grande quando populares e comerciantes da feira, começaram a se unir para tentar ai atrás do criminoso e imobiliza-lo. Foi quando o homem abordou um veículo que estava parado em um semáforo próximo do local e fez o motorista do carro de refém.

De acordo com o refém, o homem adentrou no carro informando que não tinha o interesse em roubá-lo, mas que acabara de cometer um assalto e que precisava sair imediatamente do local. Durante todo o tempo, o assaltante manteve um revólver apontado para a vítima, que dirigiu o carro, deixando o ladrão nas proximidades da Estrada da Cooperativa (também popularmente conhecida como Estrada São Caetaninho), onde teria partido rumo a cidade de Mauá. Ao deixar o carro, o homem ainda pediu desculpas e deixou uma pequena parte do dinheiro roubado como agradecimento pela “corrida”. O valor de R$58 deixado no carro foi entregue à Polícia, e posteriormente devolvido ao dono.