Defesa Civil divulga laudo de exame realizado em macaco que foi encontrado morto em RP

O macaco que foi encontrado morto na divisa de Ribeirão Pires com Mauá, mais precisamente na Estrada das Sete Cruzes, não estava com febre amarela, como muitas pessoas estavam afirmando.

O resultado do exame realizado pelo Instituto Adolfo Lutz deu negativo, conforme informou profissionais ligados à Defesa Civil, equipe que foi responsável por se dirigir até o local de onde o macaco foi encontrado.

O caso ocorreu no último dia 7, quando moradores acionaram a Defesa Civil após terem avistado o animal morto em uma mata situada na Estrada das Sete Cruzes.

O assunto foi alvo de muitas repercussões nas redes sociais, aonde os moradores demonstravam preocupação por pensarem que o macaco morreu porque possuía febre amarela, situação negada após resultados dos exames.

Tamanha preocupação se dá pelo fato de que algumas pessoas já morreram no estado de São Paulo após terem contraído a febre amarela. A doença é infecciosa e transmitida através da picada de mosquitos que por algum motivo foram contaminados.

 

Compartilhe:

Notícias relacionadas