Funcionários da Câmara protestam por falta de pagamento. (Foto: Ygor_andrade/DiárioRP)
Funcionários da Câmara protestam por falta de pagamento. (Foto: Ygor_Andrade/DiárioRP)

Mais uma vez a Prefeitura de Ribeirão Pires não realizou o repasse à Câmara dos Vereadores em dia, e com isso, os pagamentos de todos os funcionários do legislativo ficaram atrasados. Em outubro a situação também ocorreu, gerando revolta dos parlamentares e dos próprios empregados.

Continua Após a Publicidade

Alguns funcionários estavam ameaçando cruzar os braços caso o pagamento não fosse realizado.

“Não acredito que precisamos fazer isso para receber o que nos é de direito. É vergonhoso!”

– Disse um dos funcionários.

Outra pessoa, que trabalha na Câmara há quase três décadas e também não estava nem um pouco feliz com a situação, disse sentir vergonha do ocorrido.

                        “São 28 anos na Câmara, nunca passei por isso na vida”

– Contou.

Ainda durante conversa com os funcionários, o DiárioRP ouviu que o pior seriam as possíveis exonerações pelo ato. Eles alegam medo de serem demitidos por terem se manifestado por seus direitos.

“Eles podem querer nossas cabeças por isso!”

 – Disseram.

Pouco depois que a equipe do DiárioRP chegou ao local, alguns funcionários foram verificar se o pagamento, como alguns vereadores comentaram durante a manifestação, estaria mesmo na conta da Câmara, o que se confirmou após rápida verificação.

Não foi a primeira vez

No mês passado, a Sessão da Câmara quase foi suspensa e o presidente, José Nelson (PMDB), chegou a dizer que sem a verba a assembleia não iria ocorrer e ainda disse que iriam atrás do Prefeito aonde quer que eles estivesse. Minutos mais tarde, pessoas ligadas ao Executivo informaram que o repasse seria realizado em poucas horas.