Os adiamentos de itens por conta de análise mais precisa ou pela falta de acordo entre os parlamentares sobre os Projetos de Lei, já são rotineiros na Câmara dos Vereadores de Ribeirão Pires. Entretanto, pela terceira vez seguida todos os itens da pauta foram adiados em ao menos uma sessão. A repetida medida causou estranheza entre o público presente

. “Acho bom vocês começarem a trabalhar antes das eleições.”

– Criticou um munícipe.

Outros seguiram o coro e questionaram os legisladores.

“Vocês vão votar o quê? Isso é um absurdo. É uma falta de respeito com o povo.”

– Falou outro.

A sessão plenária atrasou em mais de uma hora do horário previsto. Entretanto, era possível notar um clima de tensão rolando nos bastidores da Casa de Lei. A reportagem do DiárioRP conversou com funcionários da Câmara para entender quais eram os motivos que levavam ao adiamento consecutivo das pautas.

“Pelo o que nós ouvimos, parece que o Executivo não cumpriu um acordo com a base governista.”

– Disse um trabalhador.

Já um vereador, que preferiu não se identificar, mostrou insatisfação com o que vem ocorrendo por de trás dos panos do parlamento.

“Quando alguém de fora do bloco chega, os assuntos são trocados. Parece que nós não podemos saber sobre alguns assuntos”, criticou. Na Tribuna alguns Vereadores criticaram publicamente as medidas tomadas pelos governistas. “Eu gostaria de saber o que está acontecendo. Por que nós não votamos a pauta de hoje? Seria mais fácil que adiar a sessão.”

– Criticou Foresto (PT).